5 dicas para memorizar conteúdo e facilitar seus estudos

Data: 8 de Maio de 2019 — Por Universia Brasil
Relacionar o conteúdo com algo que aconteceu em sua vida é uma das técnicas para memorizar
Relacionar o conteúdo com algo que aconteceu em sua vida é uma das técnicas para memorizar

Estudar para provas no colégio ou na universidade é uma tarefa a qual muitos estudantes encontram dificuldades em realizar de maneira eficiente. Um dos problemas mais frequentes ocorre devido à falta de conhecimento de técnicas de memorização que podem ser extremamente úteis para assimilar o conteúdo.

Para que a sua memória esteja trabalhando com 100% da sua capacidade é preciso movimentá-la. Para solucionar essa questão, existem algumas dicas que podem ajudar.

1. Colocar em ação

Para que sua mente possa se lembrar de algum assunto específico, uma boa opção é associá-lo a alguma ação. Por isso, ao estudar, procure encontrar maneiras práticas de aprender o conteúdo.

2. Objetos estranhos

O cérebro associa palavras a imagens. Se você relacionar o conteúdo que você deve estudar a algo fora do comum, as chances de memorizar o assunto são maiores. Uma peça-chave para a memória é exercitar a habilidade de representar em nossa mente aquilo que nos interessa reter. Para trabalhar a criação de imagens, o primeiro a fazer é começar com palavras simples, como gato, caminhão... a palavra que você mais gostar, o importante é que você a imagine com todo tipo de detalhe. Você deve ser capaz de saber expressar as cores, as formas e inclusive os sons, cheiros e, por que não, também sabores. O seguinte passo é tentar representar outras palavras mais abstratas, como alegria, angústia, premonição etc.

3. Exagero

Outra tática para memorizar um assunto é exagerá-lo; aumentar as proporções de qualquer fato que deva ser lembrado. Por exemplo: se você estiver estudando sobre alguma guerra, imagine quantos danos imensos ela pode ter causado.

4. Fantasia

Transformar fatos reais em fantasia também pode ajudar a memorizar o conteúdo estudado. Procure transformar objetos inanimados que estejam relacionados ao que você deve aprender em criaturas vivas em sua mente. Pode parecer incomum, mas é isso que faz com que o cérebro guarde as informações.

5. Lado pessoal

Relacionar o conteúdo estudado com algo que tenha uma conexão pessoal direta com você também ajuda a memorizar. Tente encontrar pontos em comum da matéria de estudo com a sua vida. A associação permitirá você se lembrar de datas, nomes ou ações, já que relacionar dados ou informação relevante que são mais difíceis para você de se lembrar com palavras semelhantes ou vivências próprias irão te ajudar a memorizar. 


Na hora de estudar é importante que a sua mente esteja disposta a absorver toda a informação que você a der, mas também é primordial que você tenha uma atitude positiva e vontade de aprender e sinta interesse pelo que está fazendo. Você deve se sentir bem tanto fisicamente como animicamente e, por último, que você entenda e compreenda o que está lendo.

Fonte: Universia Brasil