Como unir o melhor da escola tradicional e inovações?

Data: 8 de Agosto de 2019 — Por Redação
Escolher o modelo ideal de escola para os filhos podem causar angústia
Escolher o modelo ideal de escola para os filhos podem causar angústia

A escolha da instituição de ensino mais adequada para os filhos pode gerar muita dúvida e angústia. Entre uma escola tradicional e modelos de ensino com novas práticas pedagógicas, é essencial compreender quais são as diferenças para, assim, realizar uma escolha mais consciente.

É importante avaliar não apenas a abordagem da escola, mas também como a instituição se relaciona com as inovações que envolvem interações entre tecnologia e conhecimento.

Isso é possível? Como a escola pode unir o melhor do modelo tradicional com as inovações que estão revolucionando o ensino? Explicaremos neste post. Boa leitura!

Entenda o que é uma escola tradicional

A escola tradicional é aquela que tem como figura central o professor. No modelo pedagógico mais disseminado, o aluno é levado a aprender e absorver as informações de forma passiva.

Algumas outras característica do modelo tradicional de ensino, são as seguintes:

  • o aluno é enxergado como uma tábula rasa ou seja, como alguém cujo conhecimento vai ser construído na escola.;
  • o desempenho do estudante é avaliado a partir de provas, exercícios e lições de casa;
  • o conteúdo é colocado como o centro da informação centro do processo de ensino-aprendizagem;
  • a reprovação é efeito do sistema de avaliação;

 Diferenças entre a escola tradicional e outros modelos

Enquanto nas escolas tradicionais são utilizadas metas e tarefas como ferramenta de aprendizado, em outros modelos as abordagens são variadas — mas, geralmente, fogem de normas e métodos rígidos.

 Podem-se encontrar abordagens pedagógicas que exploram soluções de problemas e hipóteses, enquanto outras têm como embasamento o aprender na busca pela construção e autoafirmação. Da mesma forma, há aquelas que apostam em práticas manuais e na valorização do cognitivo.

 Como no tradicionalismo o foco está em provas e testes importantes para a inserção do aluno no ensino superior, essa é uma escolha que contribui para o caminho de sucesso profissional.

 Na busca por formar cidadãos pensantes e com capacidade de análise crítica do meio no qual estão inseridos, as escolas tradicionais estão explorando ferramentas e tecnologias inovadoras para potencializar os resultados do método de ensino.

 Seja como for, é ideal que a decisão final na busca pelo melhor colégio seja embasada na avaliação específica de cada instituição, com foco nos resultados e na reputação da escola.

 Por que apostar em uma escola tradicional

Muito se engana quem pensa que as escolas tradicionais pararam no tempo. As inovações estão presentes até mesmo em instituições consagradas e com décadas de história.

Essas escolas estão repensando as formas de ensino e buscando a diversidade como elemento para melhorar tanto os resultados em educação quanto a satisfação dos alunos — e, consequentemente, dos familiares.

Ensino bilíngue, horário integral, abordagem interdisciplinar com projetos pedagógicos pouco engessados e currículos centrados na formação de cidadãos globais são alguns dos caminhos que representam essa renovação.

As novidades passam, ainda, pelo uso das novas tecnologias como parte da transformação digital. De qualquer forma, permanece a segurança por contar com colégios que são conceituados e que acompanham as necessidades dos alunos.

4 motivos para escolher uma escola tradicional

Separamos 4 razões para que seu filho estude em uma instituição com um modelo pedagógico tradicional, principalmente quando se trata de escolas que se renovam e passam a contar também com os avanços de alguns modelos alternativos.

Prepara o jovem para o mercado de trabalho, ao apresentar metas e objetivos diários;

  • Tem foco na preparação para o ENEM e vestibulares, fazendo com que o estudante chegue muito mais preparado às avaliações;
  • Normas e regras são expostas de forma clara, assim como há destaque ao respeito e ao conhecimento que é apresentado;
  • Possibilidade para ir além dos formatos tradicionais, explorando inovações e ferramentas que deixam o ensino tradicional e ainda mais alinhado com as tendências atuais do ensino — até mesmo com a educação 3.0.

Mais do que isso, a escola tradicional de ponta também está alinhada com às soluções inovadoras do segmento. Quer saber como?

Como a escola tradicional explora as inovações

O foco exclusivo nos conteúdos, sem valorizar a experiência do aluno e a formação de qualidade, vem dando lugar a um modelo híbrido de ensino: tradicional e, ao mesmo tempo, inovador.

Além das atividades teóricas, com o professor atuando como referência central do conhecimento, a autonomia e a capacidade do aluno de aprender e estudar são estimuladas. Da mesma forma, incentiva-se a pesquisa, o aprofundamento, a troca de ideias e uma formação global, que passa pelo intelecto e pela dimensão afetiva.

Veja algumas características que estão presentes nas escolas tradicionais e inovadoras.

- Aluno como protagonista
O processo de ensino é centrado no aluno, que é colocado como elemento principal do processo de aprendizagem. Para tal, normas e regras permanecem — mas o estudante tem liberdade e é incentivado a participar, questionar, trazer questões atuais ou dúvidas que fogem do currículo daquele momento.

Ainda assim, essa característica não desautoriza o professor. O docente continua como o agente apto e capacitado para gerenciar o ensino e contribui para que o interesse pelas disciplinas seja mantido.

- Tecnologia como ferramenta
O processo de aprendizagem que conta com ferramentas digitais é muito mais amplo e completo. Além disso, é um reflexo da rotina dos estudantes, que utilizam tablets e computadores como forma de ampliar a compreensão dos tópicos que são apresentados em sala de aula.

Vale ressaltar que alunos conectados se mantêm mais motivados. Da mesma forma, interagem melhor com o conhecimento apresentado em vídeos didáticos, documentários e jogos. Isso, aliás, diz respeito à gamificação do ensino, que é outra ferramenta explorada pelas escolas inovadoras.

Essas são apenas algumas das maneiras que fazem com que seja possível unir o melhor da escola tradicional com o melhor das metodologias alternativas.

A escolha da melhor instituição alinhada aos princípios que regem a família do aluno não precisa, necessariamente, deixar de lado as inovações que estão melhorando os resultados da prática pedagógica. A escola tradicional está também conseguindo excelentes resultados ao incorporar o que há de melhor em outras metodologias de ensino.

Fonte: com Novos Alunos